5/Destaque/slider

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

O Mercado em renovação

3 comentários
"primeiro que eu nunca vou pretender tá em duas pontas, eu trabalho com veículos, não quero ser concorrente deles..." (Nizan Guanaes)

Agora à pouco, decidi dar uma estudada pela internet à fora. Locutores, documentários, vídeos, acabei assistindo uma boa entrevista do Nizan Guanaes (um dos melhores publicitários brasileiros e Presidente da Agência de Publicidade Africa) p/ o canal Multishow. E essa citação dele me chamou muito a atenção como ponto de partida de um post que vinha a algum tempo querendo escrever, mas sempre me faltava "o" start!

Hoje em dia o mercado do "Show Business", sendo mais específico o do Nordeste, vem passando por um fenômeno, o da Auto-suficiência! Vim de uma época que contratante dono de casa de show precisava de bandas p/ fazer eventos, precisava de som, de palco, de serviços em geral. Vim de uma época em que o dinheiro girava, em que se existia parceiros reais, fieis.

O cara da casa de show contratava uma banda por que ela era uma boa atração p/ sua casa, sem maiores interesses, existia um verdadeiro comércio, te contrato e te pago, acabou! O que fica depois é uma amizade, uma parceria e tudo mais que um bom pós-venda possa manter. Daí, a banda indicaria a casa para outra banda, ou até outra banda p/ essa mesma casa. O tiozinho do som, mesmo sempre meio "out" das influências desse ciclo, mas até o mesmo indicaria uma banda, uma empresa de gerador digamos. E o mercado girava, o dinheiro girava e os competentes cresciam.

Mas o que acontece hoje, e porque?
Hoje em dia o cara que contratava uma banda já tem uma, uma concorrente. Mas ele deve precisar de som, estrutura então.... NÃO! Adivinha, ele tem uma empresa de estrutura. Então vamos acompanhar o trajeto do "Money": Entra na bilheteria, vai p/ o escritório e..... e pronto, última parada, Conta bancária daquele empresário! Mas, qual o problema? Quem se sentir excluído monte seu mini império também! É o que está acontecendo.

As empresas estão se munindo de "auto-suficiência", tem bandas, palcos, geradores, sons, iluminação e todos os serviços necessários p/ a realização de um evento. Mas uma banda só não faz um evento, eles normalmente tem 3, ou mais! E o dinheiro não está mais girando, a quantidade de eventos estão aumentando, e muito. Se uma produtora X, não faz evento com nada proveniente da Y, a Y vai fazer seus eventos sozinha então. Se a banda L não tem mais casa de show p/ tocar, ela vai fazer seus eventos. Resumindo, enquanto em um mês teriam 4 bons eventos em uma cidade, onde em cada evento estavam todos, agora essa mesma cidade está com uma média de 12 eventos.

Vocês sabem o que 12 eventos faz com uma cidade como João Pessoa, por exemplo? Faz com que nenhum dê certo. Se podíamos ter 4 bons eventos, casa cheia, à partir de agora são 12 fracos, prejuízo na certa! É fácil fazer a conta, o poder aquisitivo e a cultura do povo não evoluiu com essa velocidade não.

Um amigo fez um comentário muito feliz, que em João Pessoa, saem de casa uma média 3 mil pessoas todo sábado p/ um evento de forró por exemplo. Se temos um só, essas 3mil devem ir p/ lá, se temos 3, é só dividir.

Quem for antenado, é só fazer uma pequena análise p/ notar issso aí. Como era o mercado 5 anos atrás e como está hoje!

Se eu quiser ser banda, som, casa de show, gerador e divulgador, meu cliente será quem? Eu. Meu parceiro? Eu. Quem vai me pagar? Eu. Se, tem vários eventos e o meu dar errado, quem vai arcar com o prejuízo? Eu, SOZINHO! Enquanto, arcar com uma parte é mais tranquilo, do que arcar com 100%.

Mas será que é só isso? E o envolvimento? Enquanto várias cabeças participavam de um mesmo evento, era certeza desse evento está bem comentado, "envolvimento". E o que também vem acontecendo com isso tudo? A rivalidade de grupos e bandas*. Já basta o futebol que faz você precisar tomar partido e torcer por um time até o fim. Em santa consciência, não somos obrigados à gostar de uma só banda não! Se a gente for do lado de certo grupo, não podemos ir a festa do outro? Entendeu porque o faturamento não é mais o mesmo?

Tenho meu pensamento formado, acho que isso só freia o mercado, e só engessa as articulações e parcerias. Mas, como toda crise, como todo mal momento, traz uma época de criatividade e de superação que após o período, tudo se renova e o mercado volta com uma roupa diferente, uma apresentação mais consistente!

* Em se tratando da rivalidade de bandas, nesse caso me refiro ao ramo do forró!
author profile image
Abdelghafour

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

3 comentários

Arte da Tribo Produções disse...

Excelente artigo!

Aqui em SP trabalhando com eventos corporativos e tendo como uma de nossas atividades a área de entretenimento e parcerias com buffets, tive uma experiência muito parecida ao organizar alguns eventos no final do ano passado.

Após o briefing, uma de nossas primeiras atividades era de encontrar o local que pudesse receber o evento e atender as demandas do cliente. Contudo, para nossa surpresa, muitos dos locais consultados já tinham uma estrutura ou parcerias fechadas que não permitiam que você (cliente) pudesse escolher o buffet que iria atender este evento ou então os profissionais de sua confiança que iriam prestar serviços no evento.

Realmente, esperamos que esta seja uma fase e que tanto clientes como estes locais percebam a necessidade de se abrir para o mercado de forma a garantir um leque mais diversificado de serviços.

Mais uma vez, parabéns pelo artigo.
Um abraço
e uma ótima semana.

Marcio Hoffmann
Arte da Tribo Produções

Igor Kawabe disse...

Grande Márcio Hoffmann, primeiro obrigado pelo comentário e, quanto ao assunto que mencionou não é diferente daqui de JP também não. Aqui as casas de recepções não fazem sem alguns serviços próprios não. E aí vai...

Obrigado pelos acessos e se possível indique por aí o blog!

abrc

diogocurticao disse...

muito dificil no mundo, encontrar alguem assim como vc. tudo isso ajuda muito, pra quem ta entrando hoje no mundo da midia. hoje tenho uma banda, pequena, mas to precisando aprender e muito contigo. valeu igor, vou continuar lendo teus comentarios me ajudou bastante. q Deus te ilumine e continue assim popular e generoso. e pra galera q ta entrando nesse rumo digo uma coisa. ' nao dianta achar q ta tudo acabado, Deus nunca te abondonara e nem te deixarar sozinho, e sempre q precisar ele colocarar alguem mui
http://www.google.com