5/Destaque/slider

sábado, 26 de setembro de 2009

SHOW DO SEU JORGE NO CITY BANK HALL EM MOEMA, SP

3 comentários







"Pretinha, faço tudo elo nosso amor..."

Pretinhos e pretinhas confesso que cheguei de um dos melhores shows que já fui, Seu Jorge e sua banda. Estava doido p/ chegar aqui no hotel e contar como foi p/ vocês.

Primeiro quero contar a experiência que tive de estar em um show, um evento fora do Nordeste pelo simples motivo de que a cultura é outra. Quando falo de cultura falo dos costumes do público aqui, suas atitudes, a forma que tudo acontece. Eu e Thiago passou a noite prestando atenção em tudo.

Lá fora, já sentimos a diferença, o pessoal chegando aos poucos, tudo muito tranquilo. Ingresso bem trabalhado, tvs de lcd na bilheteria mostrando o calendário da casa. Deu a hora e entramos. Perecia que estávamos entrando em um cinema, todo mundo parando em uma lanchonete de balcão no hall de entrada, comprando pipoca e cerveja.

Tamanho do local: Relativamente pequeno. Acho que cabe umas 3 mil pessoas, palco grande mas a casa não tão grande, isso é uma das coisas que me chamaram a atenção aqui em São Paulo. Quando fui no Tom Brasil, por exemplo, foi desse jeito. No próprio Credicard Hall que é a maior daqui, não achei tão grande assim. No nordeste estamos acostumados com casas de shows p/ 10mil pessoas, 20mil pessoas. (City Bank) Pequena mas aconchegante, bem organizada, tipo anfiteatro, camarotes, bar.

Estrutura: Muito estruturada, do som ao tratamento acústico, fora as saídas de emergências, hidrantes, palcão...

Foi enchendo e uma coisa nos chamou a atenção, o povo só bebia cerveja. Não vi ninguém bebendo wisky, nem refrigerante, só cerveja. Acho que wisky só nos camarotes mesmo. E não vimos o povo bebendo muito também não, como Thiago disse, o bar lá deve ser fraco. Bom, fraco entre aspas, pois os preços são muito diferentes que os nossos. Cerveja = R$ 5,00, Wisky 12 anos (dose) = R$ 18,00. Mas a bilheteria rende, pois o ingresso lá era R$ 40,00 em diante.

Nós conseguimos cortesias com um amigo que conhecemos lá na ExpoMusic, o Rossivan. Ele é dono da Henko, uma empresa que citei no post anterior, estavam fazendo a produção visual do show.

"O show"
Esse aí é um assunto delicado. Que show!!!!
Começando pela iluminação, 30 Giottos 400, fora os movings 1200, fora os wash's, fora o telão de led, fora os elipses. O som, com um P.A. fly JBL perfeito e uma voz limpa, limpa que nos fizeram sentir a música como ela é.
A banda maravilhosa, eles são tão bons e animados que transformam as músicas. Swing e animação a todo vapor. Dançavam, curtiam o show, tocavam, improvisavam.
Como toda festa, essa também teve seus convidados, como por exemplo a cantora Badi Assad que deu seu show particular.
Particular foi a presença de palco do Seu Jorge, negão foda, com um swing diferente no violão e na voz ... na dança também! Ele simplesmente botou p/ f.........
A melhor parte do show p/ mim, foi quando ele declamou a letra da música "Negro Drama" do Racionais MC, simplesmente de arrepiar.

Termino dizendo que isso tudo hoje à noite serviu p/ a gente saber que temos que estar antenado em tudo e, é sempre bom absorvermos novidades p/ levar p/ nosso mercado.

Abraço aos meus negos e negas dramas que estão a espera de oportunidade na vida.........
author profile image
Abdelghafour

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

3 comentários

Linier disse...

Olá igor! Gostaria de saber se haverá mesmo o curso de produção de eventos?! Tenho interesse e aguardo resposta!

Igor Kawabe disse...

Haverá sim Linier. Será dia 20 de outubro, mas fique ligada aqui no blog que vou colocar todas as informações aqui.

tatygadelha disse...

Japa, não podia deixar de comentar sobre as fotos do show, só posso defini-las de uma forma: PERFEITAS!!!

Dá em qualquer um vontade de ter ido ao show, show de bolaaaa!!!