5/Destaque/slider

quinta-feira, 10 de abril de 2008

O Pop que também vira Erudito!!

Nenhum comentário
Olá pessoal, estou de volta, escrevendo ou pelo menos tentando falar um pouco mais de música, cultura e mercado. Semana passada falei um pouco da música erudita que entra em nossa mente, e em nossos lares sem que nos demos conta, porém ela esta ali sempre forte e presente, muitas vezes tornando-se tão comum que todos inconscientemente viramos ouvintes eruditos, claro sem o conhecimento prévio.

Hoje eu vou falar do movimento contrário, que também acontece muito. Se agente pega a palavra popular no seu significado, temos tudo que provém do povo, algo que faz parte do dia-a-dia da sociedade, e é com essa definição que eu me baseio para escrever o texto anterior e esse. O que é popular faz parte do nosso dia-a-dia, como também de toda sociedade. É aquela música que toca na Tv, nas rádios, comerciais, e todos os meios de comunicação em massa. Tudo que por trás pode-se ter um vínculo financeiro muito forte. E pegando a palavra pelo seu mais profundo significado, chegamos a conclusão de que a dita música popular brasileira, a nossa famosa MPB, em sua grande parte se tornou música erudita. Uma música de acesso a poucos, que não se toca nos meios de comunicação em massa, e no qual grande parte das pessoas nem conhece. Quer exemplo melhor do que nosso próprio hino. Claro, a linguagem do nosso hino é altamente rebuscada e pouco usada porém, é de obrigação a todo cidadão de uma nação, no mínimo conhecer seu próprio hino, é lindo ouvi-lo na época da Copa do Mundo e nas Olimpíadas, mas no resto do ano? Mal se conhece a primeira parte do hino, quanto mais em sua totalidade.

Não vamos muito longe. Conte nos dedos as pessoas que conseguem cantar a obra de arte que é a música Carinhoso do nosso grande Pixinguinha. Muitos podem até cantarolar, mas poucos conhecem todos os versos. Isso eu estou citando a obra mais conhecida de um dos nossos expoentes, e o resto de sua obra? E quanto a Obra de Tom Jobim, que conhecemos um punhado de obras, mas e o resto. Sem citar Chiquinha Gonzaga, Jacob do Bandolim, Jackson do Pandeiro, Ary Barroso, Luiz Gonzaga entre muitos outros, cá estou eu citando os mais importantes.

Quer dizer, nossa própria música popular tornou-se erudita por nossa própria culpa. Deixamos que ela caísse no esquecimento da maioria, sendo ela uma das mais conhecidas lá fora. É impressionante como o rumo que as coisas tomam. Posso não ser exemplo para ninguém, mas é ótimo que com o acesso que temos hoje em dia procurarmos conhece rum pouco mais da nossa música que é tão respeitada e ouvida lá fora, até mais que aqui dentro. Tenho o erudito ai como um adjetivo para esquecimento e culpa, culpa nossa que deixamos que as coisas mais belas que temos caia no nosso próprio esquecimento. cabe a cada um de nós tentar mudar isso. Portanto lanço o desafio de que cada um que ler essa postagem a conhecer uma música nova da vasta obra desses compositores citados, assim estaremos salvando o que um povo tem de mais significativo: Sua música. Abraço a todos!!


Thiago Amorim
author profile image
Abdelghafour

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Nenhum comentário