5/Destaque/slider

sábado, 9 de fevereiro de 2008

Fazendo um evento acontecer

4 comentários

Vamos falar passo à passo como fazer um evento ao público com bilheteria.

Acho que a melhor maneira de explicar algo é dando um exemplo, portanto vamos falar um pouco de um show que eu e minha equipe fizemos no ano passado.

Era meados de março de 2007 quando tivemos a idéia de fazer um show de Jorge Vercilo em Recife. Então o primeiro passo já estava concluído, decidir o artísta ou a banda. Depois nos reunimos p/ escolher o tema do show. Sem muitos palpites meu sócio escolheu: "Noite dos namorados com Jorge Vercilo". Seria dia 12 de junho no Teatro Guararapes com capacidade p/ 2400 pessoas.

Próximo passo era contactar o empresário. Pode ser de três maneiras. Uma ligando direto, caso já conheça-o. Segunda, através de algum atravessador ou produtora mais próxima que tenha o contato do artista. E terceira, procurando na internet, foi o que fizemos.

Segundo passo: depósito da primeira parte do cachê. Esse é o esquema de pagamento da grande maioria dos artistas.

Terceiro passo: criar o layout principal e projeto p/ coleta de patrocínios. Pra esse show conseguimos dois grandes patrocínios. Na verdade um grande evento não se faz sem patrocínio. O interessante é pagar toda a mídia com essa renda.

Quarto: baseado no layout principal e com as logomarcas dos patrocinadores criar o cartaz, panfleto, outdoor, lambe lambe além do spot p/ rádio e do vt p/ tv. Lançar tudo isso e coordenar as colagens e ações, como por exemplo uma panfletagem. Existe uma mídia chamada de alternativa, que é toda aquela que foge desse convencional já citado. Tipo uma distribuição de cd promocional. Ajuda muito e fortalece a divulgação.

Quinto: confeccionar os ingressos e colocar a venda o quanto antes possível. Nesse show fizemos com 10 dias de antecedência. Muito Tarde, por opinião pessoal como por dados analisados. Lembrando que o valor dos ingressos são definidos pelo valor total do Borderoux, capacidade da casa e cultura local.

"Borderoux = Planilha de custos de um evento"

Sexto: contratação dos serviços em posse dos rider's e exigências. Para grandes shows e eventos organizados devemos contratar as melhores empresas. Posso citar a empresa de som que contratamos, BizaSom, uma das melhores do nordeste.

Sétimo: Resolver toda papelada, taxas, impostos e parte burocrática como ECAD, ISS, OMB entre outros.

Oitavo: Acompanhar as vendas e criar ações de urgência caso estejam fracas.

Nono: Receber artista, fazer rádio, tv e jornal, e fazer a pré-produção que é a checagem dos serviços. 

No dia do show, a produção chegou às 8h no teatro e começou a trabalhar. A banda chegou às 17h p/ passar som e ficar de vez no camarim. Problemas sempre acontecem, mas decisões rápidas e simples resolvem. Encaminhamos e damos as diretrizes aos seguranças, porteiros, equipe como um todo. O show era p/ começar às 21h porém estava havendo um engarrafamento na principal via de acesso no dia, eu havia passado por ele bem antes e sabia que muita gente iria se atrasar. Portanto fui no microfone e avisei que o show atrasaria 30mim. Começou às 21h30mim, quase duas horas de sucessos e um super show. Público de 1800 pessoas.

Depois que o show acaba o trabalho continua, pós-produção. Pagamentos, coordenar desmontagens, encaminhar o artista, entre outros.

A responsabilidade e a dor de cabeça com todos os problemas que surgem, nada disso tira a satisfação depois que tudo acaba e que dá certo. É o sentimento de dever cumprido. Sensação maravilhosa.

Fonte da imagem: Imagem cedida pela produção de Jorge Vercilo p/ criação de layout e material gráfico.

Obs.: Não esqueçam de clicar no anúncio do Google que tem na parte superior da página!!
author profile image
Abdelghafour

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

4 comentários

Tereza Prestrelo disse...

Japa, você tem toda razão, aquele show do Vercilo foi realmente uma aula de organização. Antes, durante e depois.
Casa lotada, lindo o palco, e a iluminação, perfeita.
Aliás, tomadas as devidas proporções, pra mim você é o Spielberg da iluminação.
Não vou esquecer nunca aquele show, até porque fui muito ... Digamos, prestigiada.
O som estava ótimo, como nunca naquele teatro.
Mas a discreção da turma da produção, em tudo, certamente foi uma aula para quem estava observando.
E eu, você já sabe, olho tudo mesmo ... Fuçando, fuçando ...
Aproveito e parabenizo você, mesmo que com esse "ligeiro atraso".

Tereza Prestrelo disse...

Japa:
Esse material está muito bom. Mas é preciso ter cuidado para um engraçadinho não copiar e colocar em uma obra própria, como se tivesse sido ele a produzir.
Não sei como fazer, mas acho que você precisa registrar esse material.
Realmente, é um compêndio de grande valia.
Merece ser publicado, mas por quem de direito.
Abração.

André disse...

Olá, bom dia.
Pela primeira vez olho seu blog.
Meu nome é André e sou de Cachoeiro de Itapemirim-ES. Estou pretendendo trazer para minha cidade o show com Jorge Vercilo. Show marinheiro de primeira viagem e suas dicas vão me ajudar. Sou formado em publicidade e ja tenho uma pequena experiencia, pois além da agencia de comunicação que tenho, trabalho ha 10 anos na Rádio Cidade. Parabéns pelo BLOG.
Quem você me indica pra ligar e ver o show do Vercilo? Qual foi o preço? Abraços e sucesso

Angela Souto disse...

Igor,estou sempre olhando seu blog pois acho seus comentários sobre o mundo da produção musical muito interessantes, diria até que tem algo poético no que escreve!
Com relação ao show de Jorge Vercilo estava impecável!
Parabéns e sucesso sempre.