5/Destaque/slider

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Carnaval

Nenhum comentário

Como é que funcionam os bastidores dos grandes eventos e grandes bandas no carnaval, por aqui pelo Nordeste.

Existe 3 épocas do ano em que as bandas podem cobrar um cachê maior, Carnaval, São João e Reveillon.

No carnaval, na maioria das vezes, há a necessidade de um show maior principalmente quando os shows são em trios elétricos. Com shows de até 7h. Os palcos não desaparecem, mas a maioria dos carnavais são feitos nos trios e durante o dia. E qual a particularidade disso, é que acaba um pouco a preocupação das bandas com o cenário, luz e aumenta a atenção em fazer um ótimo repertório e um bom som (trio). Como também a dor de cabeça do produtor aumenta.

Som: Um som de um trio é totalmente diferente de um palco, já começando pelo L e R (esquerda e direita de um som de palco) que se perde p/ um lado, p/ o outro, na frente e atrás. Outra coisa, na maioria das vezes acontece de ter muros, camarotes e outro tipo de obstáculos fechando de um lado e do outro, e o som bate e volta dos dois lados. Então o técnico escuta o som indo e voltando segundos depois, além de não poder escutar o som que ele está fazendo de frente como acontece com um palco.

Luz: Os shows à noite, mesmo em caranaval, tem a luz legal, mas, nos trios é diferente também como nos palcos durante o dia. Durante o dia não se usa luz, muito difícil. À noite em trio se usa, mas é outra coisa que é bem diferente em relação ao palco. A luz de trio tem sua particularidade de também não ter o efeito que um técnico precisa, o efeito de ver de frente. Outro fator, para uma luz funcionar ela depende da fumaça, ou como o povo cnhece "gelo seco", que sempre tem em shows de palco (produzida por uma máquina através de um combustível = glicerina líquida). Mas no trio é muito difícil usar, pois é sempre em local aberto e não tem o fundo como o palco. Então o vento não deixa a fumaça agir.

Dor de cabeça do produtor: Além dos problemas normais de um show o carnaval em si já agrava alguns fatores por ser uma época de caos no trânsito, dificuldades de acesso, lotações em hotéis, bares e restaurantes. Mas no trio tem uma particularidade, que são os foliões amigos de alguém relacionados com a banda, a imprensa e outras pessoas que insistem em subir no trio. Por maior que seja o trio ele caberá uma média de 20 à 30 pessoas de convidados. Mas toda vez é uma loucura onde todo mundo quer subir. E sem esquecer os problemas técnicos que podem acontecer como pane no gerador, fios de alta tensão para desviar, chuva, curvas...

Mas para o artista que está lá em cima e só se preocupa em cantar, tocar e animar, a sensação é a melhor possível. Ver aquela multidão cantando com você, pulando, dançando. Não tem preço!

Fonte da imagem: Google Imagens
author profile image
Abdelghafour

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Nenhum comentário